Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Representante da Motorola debate sustentabilidade e indústria tecnológica no Inatel

imagem-palestra-motorola-vasques_3_450

 

Os alunos do Inatel, que participam da Atividade Complementar (AC-307) sobre conscientização ambiental, tiveram a oportunidade de debater sobre o impacto da sustentabilidade na indústria tecnológica com o profissional de Relações Governamentais e Institucionais da Motorola Mobility, Fernando Coutinho Costa. Pós-graduado em gestão ambiental, Costa tem participação ativa na área de responsabilidade socioambiental da Associação Brasileira das Indústrias Eletroeletrônicas (ABINEE), assim como participa nas discussões em Brasília, no grupo que elabora a Política Nacional referente aos Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos (REEE), no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e Ministério do Meio Ambiente.

O administrador apresentou aos alunos os principais desafios da indústria tecnológica para atender a um mercado voltado para as preocupações ambientais. Fernando Costa citou a necessidade de produtos com designer ecológico, de tamanho menor, que seja composto de materiais não poluentes. "Até pouco tempo as pessoas e empresas faziam a opção por comprar produtos pelo ‘menor' preço. Mas isto já está mudando. O que vai valer daqui para frente é o ‘melhor' preço, o que inclui a responsabilidade ambiental do fabricante", afirmou Costa durante a palestra realizada na terça-feira, dia 28, no auditório Aureliano Chaves.

O especialista falou ainda da grande contribuição que a indústria da tecnologia pode dar ao desenvolvimento com a sustentabilidade. Ele citou exemplos como a redução do consumo de energia e gás carbônico com a realização de videoconferências, sem a necessidade dos participantes terem que se deslocar para outro local; a substituição de processos com intensa emissão de gás por processos automatizados, como a venda pela internet; e também o gerenciamento da economia ambiental através de plataformas e monitoramento de relatórios de comercialização de carbono. Diante destas considerações, Fernando deixou uma dica para os futuros profissionais da área de engenharia. "O mercado tem necessidade de melhorar a eficiência da reciclagem. Quem conseguir desenvolver tecnologias neste sentido terá sucesso".

imagem-palestra-motorola-vasques_400Para o professor Carlos Alberto Vasques, responsável por esta atividade que integra o projeto pedagógico do Inatel, a palestra cumpriu todos os objetivos, não só pelo conteúdo e a maneira como foi apresentada, como também pela participação e o grau de interesse dos alunos no assunto. "Os estudantes observaram as ações de empresas, do porte da Motorola, investindo na sustentabilidade, conscientes de que é o melhor caminho para garantir a vida no planeta".

Alunos conheceram o trabalho sustentável realizado pela Motorola

 

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

Telefone +55 (35) 3471-9200

Whatsapp +55 (35) 99951-8800